Varizes Pélvicas – Como podem afetar e qual é o tratamento?

Varizes Pélvicas – Como podem afetar e qual é o tratamento?

As varizes são veias dilatadas no qual possuem válvulas que auxiliam o sangue a retornar ao coração, assim nutrindo nosso corpo, porém há diversos quesitos que podem ajudar no aparecimento de varizes com válvulas danificadas (que acometem a má circulação de sangue por apresentar paredes mais finas e insuficientes para o fluxo de sangue) como a má alimentação, genética, idade e demais situações. A dificuldade do retorno venoso pode ser denominada como síndrome da congestão pélvica que resulta em inflamação e dores intensas principalmente durante o ato sexual, fazendo com que a paciente tome a decisão da necessidade de evitar relações com o parceiro. Além de inchaço e dores, as varizes danificadas podem ocorrer sangramento intenso, perda de urina (incontinência urinária) e sensação de cansaço.

Os riscos são mínimos, porém mulheres com gestações sofrem com o problema durante o pós-parto. Durante a gravidez as veias pélvicas costumam alagar e se caso não houver um retorno do tamanho normal após o parto, estas tendem a desenvolver as varizes pélvicas. Em casos onde o numero de gestação é grande em mulheres entre 30 a 50 anos o problema é propenso a aparecer, porém há alguns fatores que possam auxiliar em varizes danificadas como complicações hormonais, irregularidade menstrual constante ou histórico familiar de mulheres que apresentaram o mesmo problema.

O tratamento pode ser realizado através de cirurgia para a circulação apenas das veias saudáveis ou por embolização no qual possui o procedimento de inserir pequenas molas dentro das veias pélvicas dilatadas para bloquear o fornecimento de sangue e com o objetivo de diminuir a intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 200px;}