O uso da toxina botolínica para tratamento de bexiga hiperativa.

O uso da toxina botolínica para tratamento de bexiga hiperativa.

A bexiga hiperativa é um distúrbio causado pelo aumento de idas ao banheiro, onde esta necessidade acaba sendo quase que incontrolável e pode ultrapassar a quantidade de oito vezes por dia.

Após feito o diagnóstico, o paciente inicia seu tratamento, geralmente feito através de medicamentos ou exercícios. No entanto, há alguns anos, pesquisas realizadas comprovaram que a utilização da toxina botolínica (Botox) pode ajudar a tratar este desconforto, que afeta mais de 150 mil pessoas por ano em todo o país.

Em cerca de 30% dos casos, os exercícios e medicamentos podem não ser tão eficazes, dependendo do grau de hiperatividade ou incontinência urinária. É justamente nestas circunstâncias que o botox pode ser utilizado, uma vez que a substância inibe a liberação de neurotransmissores que bloquearão a contração do músculo.

 

Como é utilizado:

Por meio de um procedimento chamado cistoscopia, que se trata de uma espécie de endoscopia, porém com o objetivo de examinar as vias urinárias, é utilizado uma agulha especial para aplicar a toxina botolínica em cerca de 20 a 30 pontos do órgão.

Imagem: Dr. Paulo Rodrigues

 

É sempre bom lembrar que, caso você esteja sentindo desconfortos relacionados a micção, consulte um especialista em uroginecologia para identificar o que está ocorrendo com você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 200px;}