Cistocele, uretrocele, enterocele e retocele – Quais são as gravidades e os possíveis tratamentos?

Cistocele, uretrocele, enterocele e retocele – Quais são as gravidades e os possíveis tratamentos?

Estes são tipos de prolapsos que ocorrem em situações onde o avanço anormal de órgãos se encontra à frente de outro órgão no qual em circunstâncias normais não ultrapassaria, assim enfraquecendo a musculatura pélvica e fazendo os órgãos danificados descerem para o canal da vagina.

A cistocele se concentra nos órgãos da bexiga, a uretrocele nos órgãos da uretra, a enterocele no intestino e a retocele no reto. Ocorre a probabilidade da cistocele, uretrocele e retocele se desenvolvem em conjunto durante o crescimento irregular dos órgãos por meio do enfraquecimento da fáscia pubocervical. As situações que desenvolvem o aparecimento da enterocele, geralmente é acometido após a histectomia (cirurgia de retirada total ou parcial do útero).

A gravidade de cada complicação é avaliada e classificada em tipos de graus:

1° Grau – Ligeiro: o órgão pélvico desce pelo interior da vagina;

2° Grau – Moderado: descida do órgão até a entrada da vagina;

3° Grau – Grave: órgão ultrapassa a entrada da vagina notando o aparecimento do caroço ao fazer esforço;

4° Grau – Total: o órgão se encontra totalmente de fora do canal da vagina.

Por meio desta avaliação é recomendado algumas formas de tratamento dependendo de cada gravidade, em situações menos complicadas o tratamento pode ser realizado inicialmente a partir do uso de pessários – próteses que auxiliam estruturas enfraquecidas por prolapsos – ou através de exercícios locais na chamada fisioterapia do assoalho pélvico. Em casos que apresentam total desconforto e aparecimento de sintomas graves é indicado o método cirúrgico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 200px;}